Arquivos de sites

Livros Gratuitos na Internet prontos para o respectivo Download


A dica de hoje é para todos aqueles que gostam de uma boa leitura. Alguns sites disponibilizam grandes acervos de livros e outros documentos para download gratuito na Internet. A Biblioteca Digital Camões e Mundial, Projecto Gutemberg… São alguns locais onde disponibilizam o download gratuito. Aproveite enquanto ainda estão disponíveis para tal!

http://www.gutenberg.org/wiki/PT_Principal

http://cvc.instituto-camoes.pt/conhecer/biblioteca-digital-camoes.html

http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/PesquisaObraForm.do

http://www.wdl.org/pt/

http://www2.senado.gov.br/bdsf/

http://noticias.universia.com.br/tag/livros-gr%C3%A1tis/

Anúncios

Fernando Pessoa – Tenho tanto sentimento…


Tenho tanto sentimento
Que é frequente persuadir-me
De que sou sentimental,
Mas reconheço, ao medir-me,
Que tudo isso é pensamento,
Que não senti afinal.

Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada.

Qual porém é verdadeira
E qual errada, ninguém
Nos saberá explicar;
E vivemos de maneira
Que a vida que a gente tem
É a que tem que pensar.

“Dedicatorias” – Quando se está cansado e apraz ser Outro…


Quando se está cansado e apraz ser outro
Só porque isso é impossível, há vagar
Para pensar que há um género que é neutro
No latim virgem do sonhar.

Sim, há cansaços sem saber de quê
Que tornam toda a vida e a sua sina
Uma coisa indecisa que não é
Masculina ou feminina.

Há estados de sem alma que se alastram
Pelos domínios quedos da razão
Com cheias de rios que desbastam
Com a sua fecundação.

Depois regressa ao leito o rio antigo
E a alma volve à quietação que teve.
E o que nos foi amigo e inimigo
Nem homem nem mulher esteve.

Foi um andrógino da noite muda
Que transmudou em nós o que pensou…
E a alma se ergueu do leito em que foi surda
E já não sabe o que sonhou.

Fernando Pessoa: 15 – 9 – 1934

%d bloggers like this: